dimarts, 13 de gener de 2015

Fados 12

Del cd que fa la dotzena des que vaig començar a endinsar-me en el món del Fado, em ve de gust escoltar avui a aquesta fadista, Margarida Bessa, de qui fa temps que no parlem en aquest "cantinho"

Aquesta fadista va començar a cantar de manera amateur i a poc a poc va endinsar-se en el fado, i del cert que és una de les veus més ben timbrades que avui podem escoltar. Potser és per aquest motiu que m'agrada, i perque em recorda en alguns fados a la Mª Teresa de Noronha.




Un fado-cançó d'Eduardo Olimpio i Paco Bandeira :

  Fala da mulher sozinha.




Já estou louca de estar só acompanhada de nada
Já estou cheia de ser rua tão corrida, tão pisada
Já estou prenhe de amizade
Tão barriga de saudade


Ai eu ainda um dia irei rasgar a solidão
E nela entrelaçar o olhar duma canção
Chegar ao cume, ao cimo, ao alto
Mais longe e mais além
Mas a saber que sou alguém

Na cidade sou loucura, ou begónia, sou ciúme
Eu que sonhava ser lume, caminho, atalho e lonjura
Não tenho acento na festa
Sou a migalha que resta


O meu obrigado ao blog fadosdofado

Cap comentari: