dilluns, 22 de febrer de 2016

Un homenatge a una gran persona, a un extraodinari fadista el que tindrà lloc a el proper dia 3 d'abril a Lisboa, al què assistiran fadistas de tot el país, i al qual modestament defado hi participarà amb la seva presència, per fer costat al bon amic Zé.

Aquest homenatge és continuació de l'efectuat al nord, a Porto fa unes setmanes i del qual deixem aqui aquest enregistrament de FadoTv .

Un Fado Menor amb el poema de José Carlos Ary dos Santos, Canto Franciscano




Canto franciscano

Ary dos Santos / Popular *fado menor*
Repertório de José Manuel Castro

Por onde passaste tu / Que não soubeste passar?
Pela sandália do tempo / Pelo cílio do luar
Pelo cilício do vento / Pelo tímpano do mar?
Por onde passaste tu
Que não soubeste passar?

Por onde passaste tu / Que me ficaste cá dentro
Tenaz do fogo divino / Irmão pinho ou aloendro?
Por onde passaste tu
Que me ficaste cá dentro?

Pois bem: nos campos da fome
Ou nos caminhos do frio
Se eu inventasse o teu nome
Lançava-te o desfio

Por onde passaste tu
Pétala viva dos pobres
Irmão dos cardos dos cerdos
Rei das chagas e dos podres
Por onde passaste tu
Não passaram minhas dores

Nasci da mãe que não tive / Do pai que nunca terei
E aquilo que sobrevive / É o irmão que não sei

Uma espécie de fogueira / De corpo que me deslumbra
Tudo o mais à minha beira / É uma réstia de sombra

Por onde passaste tu / Com artelhos de penumbra?
Eis-me, eis-me, incendiado / Por não saber perdoar
Meu irmão passa de lado

Eu sei como hei-de passar



Letra tirada do blog fadosdofado
Video de FadoTv

Cap comentari: