dimecres, 16 de setembre de 2009

L'estil


Cada fadista té, com és natural, la seva pròpia manera de cantar, la seva personalitat, el seu tarannà, i això a l'hora de cantar li confegeig el que diem l'estil, el seu estil.
Avui podem comprovar això amb quatre fadistes, crec que ben diferents: António Zambujo, Kátia Guerreiro, Amália Rodrigues i Ángelo Freire.
Noteu també l'estil dels músics.

Guitarra triste

Letra e música de: Alvaro Duarte Simões
Repertório de Fernando Farinha

Ninguém consegue por muito forte que seja
Alcançar o que deseja
Seja qual fôr a ambição
Se não tiver dando forma ao seu valor
Uma promessa de amor
Que alimente uma ilusão

Uma mulher, é como uma guitarra
Não é qualquer que a abraça e faz vibrar
Mas quem souber o modo como a agarra
Prende-lhe a alma nas mãos que a sabem tocar;
Por tal razão se engana fácilmente
Um coração que queria ser feliz
Guitarra triste que busca um confidente
Nas mãos de quem não sente o pranto que ela diz

Não há ninguém q
ue não peça á própria vida
A felicidade merecida
Por quem um dia nasceu
E de tal forma a vida sabe mentir
Que a gente chega a sentir
O bem que ela não nos deu






Kátia Guerreiro



António Zambujo



En aquest enllaç podem sentir Amália Rodrigues

5 comentaris:

Chela ha dit...

¡Hola amigo Jaume! después de mi ausencia de casi dos meses retomo la blogosfera con entusiasmo y es un placer encontrarse con tus posts, sobre todo el de hoy con esta variedad de estilos sobre el Fado "guitarra triste".Cada uno tiene su "aquel"...

He leido los posts anteriores y escuchado los fados que no queria perderme. Estáis estupendamente en la foto que ilustra la "Marcha de Alfama", luciendo esas bonitas camisetas. Teneís cara de estarlo pasando estupendamente.

Estoy encantada de retomar nuestros encuentros cibernéticos en esta estupenda sala musical donde se aprende tanto.

Un cariñoso saludo.

jaume ha dit...

Bienvenida Chela a este nuevo otoño despues de la excursión al verano.
Gracias por la visita y comentarios que ya echaba en falta.
beijinho
jaume

MLeiria ha dit...

Gosto muito deste fado. Não conhecia ainda a interpretação do Ângelo; óptima, mas com um andamento alucinante!...

Ti Maria Benta ha dit...

Também gostei! Especialmente das guitarradas.

jaume ha dit...

Obrigado pela visita e o seu comentario Ti Maria Benta.