diumenge, 6 de juliol de 2008

Fernando Mauricio


Nascut l'any 1933, al barri de Mouraria, va començar molt aviat a cantar Fado. És considerat per molts coneixedors del Fado com una de les millors veus, com un dels millors fadistes de la seva generació. Va morir l'any 2003.
El seu posat, el seu jeito, traspua aquella sinceritat i senzillesa fadista, que actualment es troba tant a faltar.
Ja havia penjat dues altres entrades d'ell, quan vam parlar del Fado Versículo i una altra amb el tema Biografia do Fado.

El podem veure a Youtube en alguna casa de fados.
Sembla que la seva saga continua amb la seva neboda Ana Mauricio. La podem escoltar al magnífic blog fado das bocas lindas en un Fado Solene també de Moita Girão.

Aquest Fado d'avui Fado é condão ens parla de què cal per cantar el Fado: Não canta o Fado quem quer. Cantar o Fado é condão.

Condão és una bonica paraula que el diccionari tradueix com privilegi, do, facultat. Ens parla, el diccionari, da varinha de condão : la vareta de les fades, aquella que que té el do de convertir els somnis en realitat.

Amb lletra de Moita Girão i música de Francisco Viana: Fado é condão


Fado é Condão


Cantar o Fado é condão
Que já vem dentro de nós
É ter voz, ter coração
E ter coração na voz

Às vezes ouço dizer
E quem o diz tem razão
Não canta o Fado quem quer
Cantar o Fado é condão

Não é grito de alegria
Nem é sofrimento atroz
É não sei quê que inebria
Que já vem dentro de nós

Cantar o Fado na verdade
É vibrar numa canção

É saber sentir saudade
É ter voz no coração

É cantar em qualquer lado
É chorar, estando a sós
É escrever versos dum Fado
E ter coração na voz

2 comentaris:

Anònim ha dit...

É verdade!... Até a foto é a mesma. Só falhámos o Fado; ia sendo bingo!
Cordiais saudações
OP

jaume ha dit...

o domingo faz 5 anos que morreu o rei-Mauricio.
quem me dera pode-lo ter visto!!!!
espero fazer o bingo na minha proxima viagem a Lisboa
una abraçada fadista
jaume