dimarts, 24 de gener de 2012

Alexandra Sousa

Continuem parlant del nostre viatge a Madeira i del nostre pas per Sabor a fado, la casa de l'Alexandra Sousa a Funchal, a qui portem avui al nostre cantinho de fado.
Comencem per un tema dels gravats en el seu CD Sentimento e voz.
Meu Portugal meu amor del poeta José Luís Gordo amb música de Fontes Rocha.



Meu Portugal meu amor

Ai meu país, donde vens, p'ra onde vais
Com tanta gente a fazer dos teus dias os meus ais
Ai meu país, minha terra portuguesa
De Camões que tu tiveste pelo ventre da tristeza
Todos os dias te canto
A condição de ser tua

Neste fado, neste canto
Eu por ti ainda canto
Descalça por qualquer rua;
Não sei se te cante ou chore
Não sei se te grite um dia

Que na força deste canto
Rasgo a alma e digo em pranto
Eu por ti ainda morria


Ai meu país, que trazes nos olhos fado
Desse rei que não voltou ao seu povo desejado
Na minha boca trago sempre o teu sabor
Por isso te canto e digo, meu portugal, meu amor.


I un dels vídeos que vam gravar durant la nostra estada a Funchal. No és d'una gran qualitat, pero té l'encant de poder veure el fado allà on s'ha de veure...
Amar, amar

Amar, amar

Florbela Espanca / Teresa Silva de Carvalho

Eu quero amar, amar perdidamente
Amar só por amar aqui e além
Mais este aquele o outro e toda a gente
Amar, amar, e não amar ninguém

Recordar esquecer indiferente
Prender ou desprender é mal é bem
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira, é porque mente

Há uma primavera em cada vida
É preciso cantá-la assim florida
Pois se Deus nos deu voz foi p'ra cantar

E se um dia hei-de ser pó cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada
Que me saiba perder p'ra me encontrar.


Letras tiradas do blog fadosdofado