diumenge, 21 d’agost de 2011

Fernado Maurício *fado*

De la Companhia Nacional de Música, aquest CD reeditat el 2009, conté un bon grapat de temes que fan dir Si senyor!

N'escullo un per escoltar avui aqui, un fado musicat de Nóbrega e Sousa i lletra de Jerónimo Bragança que ens parla de l'amor en una sola direcció, de l'amor que no té més resposta que la indiferència o potser fins i tot la burla o l'escarni.

Ou tarde ou cedo

Nóbrega e Sousa / Jerónimo Bragança
Repertório de Fernando Maurício
Fechei os olhos, prendi-me todo
No mar de lodo que tu f
azes de quem te quer bem
Fiz tais figuras e fui tão louco
Que a pouco e pouco, por fim, c
heguei a ter dó de mim

Gostar de quem nos faz mal magoa cá dentro
Mas na vida, o principal é mesmo gostar d'alguém
Foi sempre assim, podes crer, t
ambém te vai suceder
Não é segredo, tudo se paga, ou tarde ou cedo.




Letra tirada do blog do amigo José Fernandes Castro