dilluns, 12 de juliol de 2010

Quando me sinto só


Gran Ricardo Ribeiro, en directe a Mesa de Frades, aquest local tan fadista ara tancat per l'incendi de la part posterios del Palácio de Dona Rosa, cantant aquest Quando me sinto só, acompanyat a la guitarra pel Pedro Castro i a la viola per Jaime Santos Jr.

Poema d'Artur Ribeiro de versos alexandrins aqui cantat amb música de Joaquim Campos, dos noms de referència en el Fado, que tenen el contrapunt d'aquesta veu... Gran Ricardo Ribeiro, per molts conegut com O Senhor Fado.




Quando me sinto só
Artur Ribeiro / Joaquim Campos *alexandrino*


Quando me sinto só, como tu me deixaste
Mais só que um vagabundo num banco de jardim
É quando tenho dó de mim e por contraste
Eu tenho ódio ao mundo, que nos separa assim

Quando me sinto só sabe-me a boca a fado
Lamento de quem chora a sua triste mágoa
Rastejando no pó, o meu coração cansado
Lembra uma velha nora morrendo á sede d'água

P'ra que não façam pouco, procuro não gritar
A quem pergunta minto, não quero meter dó
Num egoísmo louco eu chego a desejar
Que sintas o que sinto quando me sinto só.



(letra tirada do blog fadosdofado)

3 comentaris:

Manuela ha dit...

:)
Olá amigo Jaume, quando nos sentimos sós escrevemos aos amigos e eles vêem logo a correr.
Tenham um bom dia e parabéns pela tua Espanha, mereceram ganhar.
Abraço grande.
Manuela

jaume ha dit...

É mesmo isso o que fazem os amigos...
Obrigado amiga, lindo dia para você.
Vai o abraço de volta
jaume

http://kalungablog.wordpress.com/ ha dit...

Grande Ricardo, aí num fado bonito do Joaquim Pimentel. Obrigado Jaume pela partilha, e viva o Campeao Mundial de seleçoes, e só do Barça, era meia equipa.Parabéns e um abraço. Américo