divendres, 24 de setembre de 2010

Artur Batalha

"O Príncipe do Fado" aquest és el nom que rep aquest fadista, admirador i seguidor del "Rei" Fernando Maurício.

L'escoltem aqui en unes "Quadras soltas" del genial poeta popular António Aleixo, cantades amb música de Fado Menor.



Demano als que en saben / perdó, doncs poc en ser de llegir / per aquelles errades / que els meus versos puguin tenir.
Quan jo mori, roses blanques / per mi que no en talli ningú / si no les tenia en vida / de què em serveixen en la mort.
Quan jo mori ni tan sols / vull una creu a la tomba / per calvari ja em basta / amb la creu que duc a la vida.






Quadras Soltas

Peço às altas competências
perdão, porque mal sei ler
p'ra aquelas deficiências
que os meus versos possam ter.

Quando eu morrer rosas brancas
para mim ninguém as corte
se eu as não tive na vida
para que me servem na morte.

Quando eu morrer nem sequer
na campa uma cruz erguida
para calvário já basta
a cruz que eu levo na vida.

Quadras Soltas són un argument molt usat en el món del Fado, cantades en diversos tipus de música. Un seguit d'estrofes amb un fil conductor comú i que a voltes són interpretades per diversos fadistes en les nits fadistes.
Fa temps vaig escoltar unes quadras soltas també de l'Artur Batalha cantades amb música de Fado Pintadinho. Li vaig demanar al meu amic Américo que en fes un vídeo, una d'aquelles maravilles que ell fa, i va fer aquest amb una dedicatória que no lipodré agrair mai prou.

Mais uma vez obrigado amigo!





8 comentaris:

Américo ha dit...

Caro Jaume, fico sempre feliz,por ver meus "pequenos nadas" em teu Blog, é um prazer e me dá orgulho pela distinçao com que me mimas. Artur Batalha é dos Grandes deste País no canto do Fado, esse fado Menor, nas quadras do Aleixo, cantado por ele, é prova do que afirmo. Bom trabalho querido amigo. Um abraço. Américo

jaume ha dit...

Meu caro amigo,
já demorava esta homenagem ao Artur Batalha e este teu vídeo bem tinha de estar nela.
Obrigado sempre, esse abraço
jaume

DM ha dit...

Olá Jaume:

Obrigado pelo post. Admiro muito o trabalho de Artur Batalha. Aqui um pequeno homenagem da minha autoria:
http://noitesperdidas.net/Fado/Artur_Batalha.html

Também uns vídeos dele em actuação no restaurante Os Ferreiras, filmados por mim:
http://www.youtube.com/my_videos?sq=batalha

Espero que lhos interessam.

Abraços e obrigado pelo bom trabalho seu.

David

jaume ha dit...

Caro amigo David,
primeiro agradecer-lhe sua visita que me permeteu chegar até as coisas que publica. Pelos vistos andamos pelos mesmos becos e cantinhos da nossa velha Lisboa.
A fio dizer-lhe que o dono da casa Os Ferreiras morreu assim como o vadio Jorge Costa.
Em Dezembro volto uns dies a Lisboa vamos ver se nos encontramos no fado.
Um abraço desde Barcelona
jaume

DM ha dit...

Caro amigo Jaume:

Obrigado pela mensagem, que causou-me lembrar aquelas noites divertidas no berço do fado. Agora estou nos EUA, e só vou voltar à Lisboa em Maio de 2011. Mantenhamos contacto no entanto...
Abraços, David

yolanda de carvalho ha dit...

amigo jaume, vim visitar.te e deparo-me com esta magnifica voz , neste video, do meu amigo Artur, que juntamente com o Ricardo Ribeiro, continuam a ser os melhores, aqueles que nos emocionam de tal forma , que é impossivel, fingir, que ´ha quem cante melhor, Esta voz que o Artur , teve como condão ao nasçer, vai perdurar na historia do fado, mesmo contra a vontade de muitos. obrigado Jaume jinhos da yolanda

Francisca ha dit...

Sempre gostei de ouvir a voz magestosa de Artur Batalha. Sei que se perdeu. Mas gostava de saber não do artista,mas do homem. Será que está a passar dificuldades? Pertenço a uma associação e gostava de ajudar se nassessárie.

jaume ha dit...

Sei de Artur Batalha que canta habitualmente nas casas de fado de Lisboa e há pouco participou na gravação do último CD de Mariza cantando em parceria com ela o fado Promete Jura. Além dissonão sei nada da sua vida privada.
Saudações fadistas.